Ouça ao vivo!

14 JULHO 2014
07 dicas de ouro para um Warm-up perfeito
Fonte: Revista Phouse


Saber “tocar” é uma coisa, abrir uma pista para o artista da noite é outra… totalmente diferente!

Numa altura em que muitos se assumem DJs, sem ao menos saber ações básicas, é cada vez mais importante destacar-se nos decks, já que a “competição” está cada vez mais “feroz”. Esta é uma área que sofre alterações praticatemente todos os meses – há sempre algo para atualizar, melhorar ou aperfeiçoar em termos de habilidade, construção de playlists, técnicas, etc.
 
Para que o artista da noite não entre com um clima estranho, é muito importante saber fazer um bom warm-up, com regras que são de ouro. Por isso, na listagem abaixo, apresentamos sete valiosas dicas para um warm-up correr ao melhor nível.
 
1 – Entende bem o teu papel
 
As vezes, é difícil aceitar que irá desempenhar apenas funções de DJ do warm-up, e a maioria das pessoas não percebe a grande oportunidade que receberam. O DJ do warm-up tem o poder de criar, no começo da noite, aquele bom clima que poderá (e deverá) manter-se pelo resto dela.
 
2 – Não tente “roubar” o espetáculo
 
Ou mais especificamente, não tentes exagerar e chamar a atenção das pessoas mais do que deve (ou pode). Ninguém quer ouvir as onze da noite, as músicas que deveriam tocar apenas duas horas depois. Com certeza que irá aparecer muito mais se deixare o party people no ponto certo até entrar o próximo artista. E pode ter certeza que o público vai lembrar-se disso. É também um desrespeito para com o headliner (artista da noite) aumentar mais as expetativas do público além do que se deveria e além do que o headliner em si preparou.
 
3 – Sinta o público
 
Siga apenas o fluxo. Fazer um warm-up não significa que tem que começar um set tocando apenas músicas para dormir. Se as pessoas a sua frente estão prontas para começar a dançar, poderá aumentar um pouco o ritmo. No entanto, é necessário aprender a ficar num meio-termo, que não invada o desempenho do próximo DJ.
 
4 – Não toques n-e-n-h-u-m-a música do headliner
 
Pode parecer óbvio para alguns, mas para outros é uma forma de homenagear o headliner da noite. Atenção! É necessário apenas uma música para o deixar desconfortável por toda a gig. Por isso não tente fazer isto! Só em casa.
 
5 – Não desanime
 
Pode parecer a dica mais “sem noção” desta lista, mas quando você tem a oportunidade de abrir a noite para outro artista e a pista ficar vazia durante boa parte do set, geralmente qualquer DJ desanima. Porem, deve sempre assumir um papel verdadeiramente profissional, pois nunca está sozinho num club ou festival. Nunca se sabe se aquele membro do staff que está de olho na sua performance é um dono de uma club ou um produtor de eventos, ele pode gostar do seu set.
 
6 – Esteja Preparado
 
Assim como na maioria das coisas da vida em que você pretende ter sucesso, num warm-up você também precisa de preparação. Reserve um bom tempo para pesquisar sobre o headliner que vai abrir e tente construir o seu set como um “alter-ego”dele, de forma a que a transição de artistas seja feita de forma suave.
 
7 – Explore
 
Se você tem a oportunidade de abrir a noite para um headliner, tem também a oportunidade de explorar áreas musicais que, geralmente, o artista principal não tem. É aí que você mostra que realmente é apaixonado por aquilo que faz. E de certeza que a sua dedicação a música, tendo a possibilidade de compartilhar com o público como uma experiência divertida, será reconhecida no final por quem estiver a lhe assistir.


COMPARTILHE