Ouça ao vivo!

22 OUTUBRO 2014
Filme celebra o ritmo e a importância da TR-808
Fonte: deepbeep


Não bastasse o som desse seminal sintetizador ecoar nas últimas 3 décadas da música pop e alternativa; não fosse suficiente ele ser objeto valioso de colecionador e também não foi o bastante a Roland ter ressuscitado a máquina no novo modelo AIRA, a TR-808 está de volta mais uma vez, agora como tema de um documentário, sinteticamente intitulado “808″.

Dirigido por Alexander Dunn e com estreia marcada para 2015 no roteiro de festivais e salas alternativas de cinema mundo afora, “808″ tem produção executiva de Arthur Baker e tem justamente como emblema a música “Planet Rock“, hit eterno que Baker produziu junto de Afrika Bambaataa & Soulsonic Force e que trazia o novo groove sintético da 808, tão importante e revolucionário tanto para o hip hop quanto a dance music.
 
O documentário lista depoimentos e participantes de peso, como o próprio Bambaataa, além de Goldie, Richie Hawtin, David Guetta, New Order, Diplo, Todd Terry, Armand Van Helden, Man Parrish, Tiga, Phil Collins, Pharrell Williams, Fatboy Slim notando como com a 808 “não era preciso ter uma canção, mas apenas barulho” e Felix da Housecat dizendo que o som desse sintetizador era a coisa mais futurística que ele já havia houvido.
 
“808″ conta ainda com a participação de Ikutaro Kakehashi, um dos inventador da máquina da Roland, e no filme ele explica porque a companhia descontinuou a produção desse synth apesar de sua importância e disseminação na música. Mais que um instrumento, a TR-808 é um compositora de ritmos, emblema da maneira híbrida e pós-moderna de programar bases e músicas, ao invés de se tocar canções.
 
Assista ao trailer de “808″. O documentário será lançado em 2015 junto com uma trilha sonora especial que celebrará o groove interno e tão importante desse sintetizador.
 


 
CURTIU? 
 
 
 
 


COMPARTILHE